FESTIVAL CULTURAL: UM EVENTO GIGANTE NA UNIÃO, NA ALEGRIA, NA ORGANIZAÇÃO E NOS RESULTADOS!

Compartilhar:

Durante três dias, alunos e professores proporcionaram um espetáculo de criatividade e superação.

      O primeiro semestre do Colégio Maxi encerrou-se com a alegria contagiante do Festival Cultural 2019, com o tema Cinema: diálogo entre culturas e geração – Luz, câmera e Maxiação, reunindo todas as turmas da Educação Infantil a 2º série do Ensino Médio. Por meio da magia do cinema e das histórias em quadrinho, os alunos participaram de aventuras, ficções, fábulas, contos e passeios mágicos.

      Em um ritmo intenso de pesquisas, estudos, troca de ideias e, especialmente, ensaios, o Festival é um evento grandioso, que demanda uma sinergia perfeita entre todas as turmas e equipes de apoio. Trata-se de um show de união e comprometimento da comunidade escolar, envolvendo alunos, professores e colaboradores. Da idealização do tema, passando pelas pesquisas e pelos ensaios, até à apresentação final, tudo é muito intenso.

      Com atividades diversas – construção de painéis, maquetes, artes visuais, produções de curta-metragem, teatro, música e dança – os alunos do Maxi tiveram a oportunidade de rever histórias que o tempo não apaga, eternizadas por meio de grandes produções cinematográficas e desenhos animados, como A Bela e a Fera, Flintstones, Tarzan, Mágico de Oz, Scooby Doo, Trolls, O menino maluquinho, Os Saltimbancos Trapalhões, Esqueceram de mim, Matilda, Power Rangers e outros.

      Os filmes geradores variaram de histórias verídicas a ficções, passando por aventuras e dramas. Entre os muitos títulos assistidos estavam Perdido em Marte, Quebrando a banca, A ilha, O menino que descobriu o vento, Osmose Jone Interestelar, Uma verdade inconveniente, Estrelas além do tempo e muito mais.

      Um dos objetivos do Festival é reunir alunos e professores numa grande ação extracurricular e interdisciplinar, que envolve diferentes saberes. O Festival motiva a busca de novos conhecimentos, promove a interação dos alunos e favorece o desenvolvimento das competências socioemocionais, tendo como ponto alto as apresentações dos trabalhos.

       AÇÃO SOLIDÁRIA

      Os alunos também se envolveram em uma grande Ação Solidária em prol de diferentes entidades sociais da cidade, arrecadando diversos produtos de limpeza, higiene e use pessoal, alimentos não perecíveis, roupas, ração para animais e outros. O gesto de solidariedade é seguido da entrega das doações, revelando diferentes realidades.

      Neste ano, a Ação Solidária beneficiou as entidades Lar Gilda Marconi, Fraternidade Toca de Assis, Lar Maria Tereza Vieira, Associação Defensora dos Animais, Associação Mãos Estendidas (AME – Educação Infantil), Instituição Fabiano de Cristo, Centro Ocupacional de Londrina, Creche Menino Deus e Casa do Apoio ao Idoso Acamado.

 ALUNOS DURANTE A AÇÃO SOLIDÁRIA

PEINÉIS TEMÁTICOS CONTEÚDO E CRIATIVIDADE

É MUITO BOM PARTICIPAR DO FESTIVAL!

“Estudo no Maxi há seis anos e já participei de outros festivais. Adorei todos, porque é algo que vai muito além das apresentações. É uma atividade que une os alunos e os professores trazendo sempre conteúdos novos. Aprendemos muito na fase das pesquisas sobre o tema. Fora o desafio de se apresentar num palco. Sou uma pessoa mais reservada e o festival ajuda no meu desenvolvimento. Se eu não tivesse esse tipo de experiência, seria mais envergonhada, mas aos poucos fui me soltando. Para mim, o festival é a época mais gostosa. Fico sempre na expectativa do próximo. Outra coisa bacana é a troca de ideias, pois temos mais de um mês de ensaio e damos muitas dicas, junto com o professor. Curto demais a alegria do festival.”

Manoela Cavalheiro Lopes – 9º ano do Ensino Fundamental

“Participo do Festival Cultural desde que tinha seis anos de idade a sempre gostei muito. É divertido porque representamos sempre algo do passado e aprendemos muito. Neste ano, nossa apresentação foi com base no filme De volta para o futuro e eu fui o cientista do filme. É um desafio, porque depois que subimos no palco, não dá para sair. É enfrentar a plateia e seguir. Gosto muito dos ensaios, da convivência com os amigos e de fazer novas amizades. Outra atitude bacana é a Ação de Solidariedade, com a arrecadação de produtos de higiene, limpeza e mantimentos para entidades sociais.”

Nicolas Manoel Silva Riccinni – 4º ano do Ensino Fundamental

“Gosto do Festival porque reúne todo mundo. Mesmo com todo trabalho, é gostoso participar. Fizemos um painel do filme Estrelas além do tempo, que só conheci graças ao Festival. O enredo denuncia que ninguém é diferente de ninguém e conta a história de três mulheres negras que eram segregadas. Elas não podiam nem usar o banheiro das mulheres brancas. Mas foram três pessoas que marcaram a história, fazendo descobertas para a NASA. O filme deixa uma lição que, particularmente, aprendi desde cedo na minha casa, que não devemos tratar ninguém de forma diferente, nem discriminar as pessoas pelo que são ou têm. Não é humano, nem ético a desigualdade de tratamento.

Camila Coury Teixeira — 2 ª série do Ensino Médio

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *